Regina Favre

 

Breve biografia de Regina Favre:

Formada em Filosofia pela PUC-SP, psicoterapeuta, educadora e pesquisadora, integra a primeira geração da terapia política do corpo no Brasil, dos anos 1970, quando iniciou-se como terapeuta reichiana em Londres.

Identificada com a contracultura e o alternativo, começou com José Angelo Gaiarsa uma longa passagem pelo chamado campo neo-reichiano onde foi participante ativa. Cultivou o campo corporalista a partir dos seus primeiros momentos no Brasil, no Curso Reichiano do Instituto Sedes Sapientiae que fundou com Anna Veronica Mautner em 1976, no Instituto Ágora com Liane Zink durante os anos 1980 e no Centro de Educação Somática-Existencial com Ana Lucia Rocha, durante os anos 1990.

No encontro com Felix Guattari e Suely Rolnik, ainda no inicio dos anos 80, coloca em questão a utilidade da Psicanálise para a compreensão do corpo vivo em seu comportamento, embora nunca tenha deixado de viver uma análise pessoal por quase 30 anos.

Encontra em Stanley Keleman, criador do Center for Energetic Studies (Berkeley, Califórnia) e autor de Anatomia Emocional que descobriu em 1986 e com quem se manteve em contato pessoal e profissional até 2005, um conceito de corpo como um contínuo processo de produção de si , ressonante com a ideia spinozista de Imanência apresentada por Gilles Deleuze. Nesse período, traduziu todos os seus livros para o português para a Editora Summus.

Em 2002, funda o Laboratório do Processo Formativo onde vem cultivando com alunos e colaboradores, dispositivos de educação, clínica, pesquisa audiovisual e publicação digital sobre esse corpo vivo subjetivo, dotado do impulso biológico de formar a si, amadurecer para a realidade de ser parte de processos coletivos, afetivos e políticos, e cultivar a potência de gerar a diferença.

Publicações:

  • vídeos e textos neste site;
  • artigos para diferentes revistas: Cadernos da Subjetividade (Núcleo de Pesquisas da Subjetividade da PUC-SP), revista IDE (Sociedade Brasileira de Psicanálise), Cadernos Reichianos (Instituto Sedes Sapientiae), revista Interfaces(UNESP);
  • filme longa-metragem, Memória do Ácido que roteirizou e dirigiu (2017);
  • o livro Fragmentos de uma vida de Anna Veronica Mautner (Editora Ágora) que concebeu e organizou (2018).

 

4 responses to “Regina Favre”

  1. […] do Processo Formativo SubscribeSubscribe by email Regina FavreClí­nicaLinksFormatividadeEnsinoNa MídiaContatoCopyright 2008 – Todos os direitos reservados […]

  2. […] não me assustei, tenho certeza, porque estudo, há sete anos, com a Regina Favre. Inspirada no trabalho de Stanley Keleman, esta filósofa se tornou terapeuta corporal lá pelos […]

  3. […] do Processo Formativo Regina FavreClí­nicaLinksEnsinoPesquisaNa MídiaContatoAssine o Feed Browse: Home / o que está […]

  4. […] FORMATIVO A filósofa e terapeuta Regina Favre conduz esse encontro que vem acontecendo uma vez por mês, num chamado da Maria Barretto. Lá, […]