One response to “Mar de palavras”

  1. […] que a gente já nasce num ‘mar’. Eu trabalho muito com essa idéia de que a gente já nasce num mar de palavras, de comportamentos, de tudo! Agora, como a gente é uma bomba pulsátil, a gente pode absorver e a […]